Reciclar papel pode ter impacto negativo para o meio ambiente

junho 13, 2008 at 11:29 pm 8 comentários

Fonte: O Estado de São Paulo, 07 de maio de 2008

Estudo mostra que produção do papel reciclado pode gerar até seis vezes mais efluentes que a do papel branco

Andrea Vialli

Tamanho do texto? A A A A

O uso de papel reciclado para imprimir e escrever pode não ser tão bom para o meio ambiente como se imagina. A indústria está colocando em dúvida se a moda do papel reciclado – cujo consumo cresce a taxas de 20% ao ano – está ajudando a reduzir impactos ambientais ou se é apenas uma ferramenta de marketing para as empresas. 

Não há evidências que comprovem, com segurança, que o papel reciclado traz menos impactos para o meio ambiente do que o papel branco, segundo os produtores de papel e celulose. Um estudo realizado pela Esalq-USP, baseado na literatura técnica sobre reciclagem de papéis, mostra que a produção de papel 100% reciclado para imprimir e escrever pode gerar um volume de efluentes até seis vezes maior que o papel branco.

Segundo o mesmo estudo, o processo de preparação das aparas para produção de papéis reciclados destinados à impressão e escrita pode levar a um consumo adicional de energia elétrica de até 750 kWh/t, consumo que não ocorre na fabricação do papel branco.

“O processo de fabricação do papel reciclado consome mais água, mais produtos químicos e mais energia elétrica do que o papel branco. Isso porque a fibra reciclada passa por uma etapa a mais de clareamento, para eliminar impurezas, que não existe na produção do papel branco”, afirma Antônio Gimenez, gerente da área de Negócios de Impressão e Conversão da International Paper (IP).

Em média, apenas 25% do papel utilizado para compor o reciclado é pós-consumo, oriundo de cooperativas de catadores. Outros 75% vêm de aparas resultantes do processo produtivo das fábricas, e que comumente voltam ao processo produtivo. No Brasil, 100% do papel produzido vem de florestas plantadas. “É um mito dizer que o papel reciclado salva árvores, pois aqui elas já são cultivadas e para esse fim “, diz Gimenez. A empresa produz em torno de 25 mil toneladas de papel reciclado por ano, em torno de 5% de sua produção total de papel.

“Sustentabilidade na produção de papel é ter perdas mínimas no processo de fabricação, mais do que reciclar as aparas”, diz Humberto Cinque, gerente de sustentabilidade da Votorantim Celulose e Papel (VCP). Segundo ele, mais do que 3% de perda no processo é considerado desperdício.

De acordo com Gustavo Couto, gerente de marketing da Suzano Papel e Celulose, primeira papeleira a produzir reciclado em escala industrial, ambos os papéis podem coexistir no mercado. “A escolha do consumidor pode ser tanto em torno de um papel que retira gás carbônico da atmosfera, com o plantio de árvores para sua produção, e o papel que ajuda a gerar renda para os catadores, com um foco mais social”, diz. Segundo ele, para fazer uma escolha consciente o consumidor deve ficar atento ao selo verde – certificações como o FSC e Cerflor, que atestam o bom manejo das florestas plantadas e respeito às leis trabalhistas – do que se o papel é branco ou reciclado.

DEMANDA

De acordo com Sonia Chapman, diretora presidente da Fundação Espaço Eco, entidade que presta consultoria em análise de ecoeficiência para indústrias de diferentes segmentos, as duas categorias de papel cumprem sua função. “O importante é o uso racional da matéria-prima e energia”, diz. Segundo ela, só produzir papel reciclado não é o caminho. “É a mesma discussão que se tem com os alimentos orgânicos. Se toda a população passar a comer orgânicos, não vai haver terras suficientes para produzir dessa maneira. Não há coleta de lixo urbano que permita só a produção do papel reciclado.”

A reportagem procurou as ONGs de defesa do meio ambiente Greenpeace e WWF, mas elas informaram que não têm uma avaliação técnica sobre o uso de papel reciclado.

A demanda por papel reciclado tem crescido a taxas de 20% ao ano nos últimos seis anos. Com isso, a reciclagem de aparas aumentou em 60,6%. Como nem todo papel é recuperado, já está ocorrendo falta de aparas para finalidades que já consumiam aparas, como a fabricação de embalagens e de papéis sanitários. “A impressão em papel reciclado virou uma espécie de cartão de visitas da responsabilidade corporativa”, diz Luís Fernando Madella, diretor de relações Institucionais da IP.

Ainda assim, está em análise na Câmara dos Deputados o projeto de Lei 2.308/07, que, se aprovado, obrigaria as editoras de livros didáticos a usar 30% de papel reciclado em suas publicações. “Não haveria como suprir essa demanda”, diz Couto, da Suzano.

About these ads

Entry filed under: Mídia. Tags: .

Responsabilidade socioambiental de bancos está abaixo do propagandeado Desenvolvimento sustentável está longe da meta, diz IBGE

8 Comentários Add your own

  • 1. Ricardo Ricchini  |  agosto 30, 2008 às 8:11 pm

    Essa matéria parece ter sido encomendada pela indústria da celulose.
    Tenho laudos do IPT, de uma empresa recicladora de papel para imprimir e escrever, que afirma como certa a economia de água e energia elétrica, coisa comum na reciclagem.

    Enquanto isso, o papel que é descartado sem critéio está queimando nos lixões e aterros do Brasil.

    Resposta
  • 2. João Gregório de Bem  |  setembro 24, 2008 às 5:46 pm

    Quanto aos impactos, de longe, o papel branco é infinitamente mais impactante: Em energia, água e poluentes. Quem conhece os dois processos sabe disso. O resto é conversa – cada um defende seu mercado.
    Há necessidade de reciclar. Sem reciclagem, seremos envolvidos por depósitos de lixo. Deve haver bom senso – não estão absolutamente certos os produtores de papel virgem (branco), também os recicladores. A cdelulose não nasce nos lixões, e as perdas ocorrem em qualquer processo de produção. Não se consegue reciclar 100%, por isso há necessidade de repor as perdas. Essa reposição terá que vir das florestas plantadas e/ou manejadas.
    Há muita conceituação/interpretação do assunto por leigos rotulados ou por convenientes “bem intencionados”.
    Deve haver mais responsabilidade ambiental, por ambos.

    Resposta
  • 3. lourenço  |  outubro 15, 2009 às 2:57 pm

    producao de texto

    Resposta
    • 4. lourenço  |  outubro 15, 2009 às 2:59 pm

      eu qr uma producao de texto com o tema reciclar papel

      Resposta
  • 5. leticia  |  outubro 18, 2009 às 4:11 pm

    nao conseguir achar nada nesse site ….espero que quando perguntar alguma coisa de novo vcs mede alguma resposta decente

    Resposta
  • 6. camila  |  fevereiro 23, 2011 às 6:09 pm

    show de bola

    Resposta
  • 7. mikaelly  |  maio 18, 2012 às 6:08 pm

    oi eu gostoi muito do texto

    Resposta
  • 8. Carlos Alberto Dalmonte  |  março 21, 2013 às 5:56 pm

    Materiazinha esquisita!!! -É encomendada?

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

junho 2008
S T Q Q S S D
    mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Most Recent Posts


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: